Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 22 de setembro de 2013

PE. PIO RECEBE OS ANJOS DA GUARDA



Como já dissemos, mesmo sem sair do seu convento, Pe Pio atraía multidões de fiéis de toda a parte do mundo. Logo, o grande problema da distância parecia se impor sobre aqueles que estavam sob a direção do santo de Pietrelcina. Pe Alessio, confrade de Pe Pio, conta que muitas vezes por entre a multidão ele ouvia:

“Padre, como eu não poderei vê-lo novamente, o que devo fazer para obter suas orações?”


E o Padre respondia:

“Se você não pode vir até mim, mande-me o seu Anjo da Guarda. Ele pode trazer a sua mensagem e eu vou ajudá-lo o mais que puder”.

E assim começou o famoso intercambio entre Anjos e homens, um dos mais peculiares na história da Igreja. “Envie-me o seu Anjo da Guarda”, era para Pe Pio o meio mais seguro, eficaz e até mesmo “natural”, de apostolado entre os fiéis.

E de fato, os filhos de Pe. Pio não se esquivaram de usar este meio, pelo contrário, sempre que o podiam e precisavam, logo lhe enviavam os seus Anjos com pedidos de diversos tipos, segundo suas necessidades. E não somente os filhos espirituais de Pe. Pio souberam fazer bom uso desse meio privilegiado, muitos que ouviam falar de sua santidade e sabiam de sua intimidade com os Anjos, não se acanharam em também enviar-lhe o seu Santo Anjo nas dificuldades em que se encontravam.


Obra dos Santos Anjos.