Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sábado, 28 de abril de 2012

Devoção aos Anjos

São Bernado resume em três palavras a nossa atitude com relação aos Anjos, amor respeito e confiança, que deve ser assim:

1. RESPEITO: são seres mais perfeitos e dignos que nós;
2. CONFIANÇA: para contar-lhes nossa dificuldade e pedir-lhes ajuda, luz e força para cumprirmos nossa missão;
3. AMOR, DEVOÇÃO e GRATIDÃO: que consiste principalmente em ser dóceis às suas inspirações, que são as inspirações de Deus.

Nosso amor e nossa devoção aos Anjos devem ter sempre referência a Deus, princípio e fim de nossa vida.

"Os Anjos nos amam como irmãos, assistem-nos em todas as nossas ações" - Santo Agostinho, estudioso dos Anjos testemunha.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Vocação Cristã

Nossa Vocação Cristã é realizar em nossa vida os desígnos de Deus. Assim fez Estevão que, semelhante a Cristo, anunciou a Palavra, foi processado pelo Sinédrio e martirizado. O amor verdadeiro faz-nos doar a vida até no martírio. E Jesus vem ensinar-nos que é preciso acolher sua pessoa e seu ensinamento. Do contrário seremos como aquela multidão que buscava o pão, mas não a pessoa de Jesus, que é vida e salvação.

Santo Anjo do Senhor,
meu zeloso guardador,
se a ti me confiou a piedade divina
sempre me rege, guarda,
governa e ilumina.
Eu te dou a minha mão
e prometo de coração
que por ti me deixo guiar
com docilidade,
para, no Céu, alcançar
a eterna felicidade.

domingo, 22 de abril de 2012

Modéstia e o Santo Anjo

"Pessoas devotas são observadas pelos anjos e pelos homens, e, por isso, sua modéstia deve ser notória a todos, do contrário, deverão dar rigorosas contas a Deus no dia do Juízo. Observando a modéstia, edificamos sumamente os outros e os estimulamos à prática da virtude." (Santo Afonso de Ligório)


São Paulo exorta: "A vossa modéstia seja conhecida de todos os homens" (Filip 4, 5).

São Paulo, certamente condicionado por seu tempo, exortou às mulheres a usar véu "por respeito aos Anjos" (1Cor 11,1-2. 10):

"Tornai-vos meus imitadores, como eu o sou de Cristo. Eu vos felicito, porque em tudo vos lembrais de mim, e guardais as minhas instruções, tais como eu vo-las transmiti...Por isso a mulher deve trazer o sinal da submissão sobre sua cabeça, por causa dos anjos."
(O véu na cabeça das mulheres é um sinal de reverência de respeito)

Padre Pio insistiu na modéstia, ele não toleraria vestidos curtos ou com decotes baixos, saias justas, e ele proibiu suas filhas espirituais de vestir meias-calças transparentes. A cada ano a sua severidade aumentava. Ele teimosamente as mandava embora do seu confessionário, mesmo antes de por o pé dentro, se julgasse que elas estavam indevidamente vestidas.
Evitemos o menor risco de ofender a Deus nesta área ou de ser uma ocasião de tentação para o nosso vizinho. Que as modas do mundo não sejam o modelo para o nosso vestuário, mas sim a Virgem Maria e os Santos. Vamos seguir os padrões de recato no vestuário, e recordar as palavras de Nossa Senhora a Beata Jacinta Marto de Fátima:

“Os pecados que mais levam almas para o inferno são os pecados da carne. Hão de vir muitas modas que hão de ofender muito a Nosso Senhor… As pessoas que servem a Deus não devem andar na moda. A Igreja não tem modas. Nosso Senhor é sempre o mesmo.”

Citação de uma das cartas do Padre Pio:
 “Há, além disso, três virtudes que aperfeiçoam a pessoa devota no que diz respeito ao controle dos seus próprios sentidos. Estas são: a modéstia, a continência e a castidade. Em virtude da modéstia a pessoa devota governa todos os seus atos exteriores. Com razão, então, São Paulo recomendou esta virtude a todos e declarou como é necessária e como se isso não bastasse, ele considera que esta virtude deveria ser óbvia para todos. Pela continência a alma exercita a retenção de todos os sentidos: visão, tato, paladar, olfato e audição. Pela castidade, uma virtude que enobrece a nossa natureza e faz com que seja semelhante à dos Anjos, nós suprimimos a nossa sensualidade e a afastamos dos prazeres proibidos. Este é o retrato magnífico da perfeição cristã. Feliz aquele que possui todas estas belas virtudes, todas elas frutos do Espírito Santo que habita dentro dele. Essa alma não tem nada a temer e vai brilhar no mundo como o sol no céu. "(1)
O Santo Padre Pio deve ter tido uma forte consciência dos perigos da falta de modéstia para as nossas almas imortais, e dos perigos da tentação para o nosso próximo. “Que as modas do mundo não sejam o modelo para o nosso vestuário, mas sim a Virgem Maria e os Santos".


Citação:
(1) Padre Pio. Volume II – Letters. Correspondence with Raffaelina Cerase, Noblewoman (1914-1915).


quinta-feira, 19 de abril de 2012

O amor aos Santos Anjos


Foi o próprio Deus que, por meio do Espírito Santo acendeu em nossos corações o amor aos Santos Anjos, o desejo que o Santo Anjo nos conduza, nos leve ao encontro com Cristo. Ao comtemplarmos  a Paixão do Senhor, o Anjo quer nos levar até aos pés da Cruz, para que encontremos Jesus sofredor, e o Anjo quer que imitemos as atitudes do Senhor na Cruz.
Hoje há muitas pessoas que sofrem porque não se sentem amadas ou até lhes parece que a vida não tem sentido. Diante dos desafios da vida e dos grandes problemas da humanidade todos nós nos sentimos, às vezes, muito impotentes. Parece que não podemos mudar nada. Quanto mais sentimos isso, tanto mais devemos aproximar-nos da Santa Cruz. Debaixo da Cruz do Senhor só é excluído quem exclui a si mesmo. O Senhor ama a todos.
Jesus Crucificado, com braços abertos, quer atrair e acolher-nos com imenso amor.
Este amor do Senhor é tão grande, que até as mínimas coisas, se as entregarmos a Ele, poderão receber grande valor, sim, um valor eterno diante de Deus. Por isso, não fujamos da Cruz e não tenhamos medo daquilo que poderá vir sobre nós. Contemplemos com o Anjo o amor de Jesus, para sentirmos profundamente que só queremos uma coisa:
crescer no amor e salvar almas ainda com mais amor.

Carta Circular nº 13/2007

terça-feira, 17 de abril de 2012

Santo Anjos mensageiros da alegria.


A alegria deve ser uma das grandes características dos filhos de Deus. No céu não há tristeza: há um Eterno júbilo, uma Eterna alegria. Quando nós, homens, ouvimos falar em alegria, na maioria das vezes associamos essa idéia ao riso. Sem dúvida, que no sentido mais amplo e mais externo, ao riso pertence também a alegria, pelo menos pode ser expressão ou reflexo benéfico da alegria real.

Os Santos Anjos de Deus, estão, como já sabemos, inteiramente na luz, e isto porque "Deus é Luz" (1Jo 1,5). Também estão submersos no Amor de Deus Uno e Trino, visto que Ele também criou os Anjos por amor, para a Sua própria alegria. Assim os enche a todos a glória de Deus e o Seu amor, nisto consiste a sua alegria. Que eles têm alegria, isso é o próprio Senhor quem nos revela: "Em verdade Eu vos digo, que haverá mais alegria no céu entre os Anjos de Deus, por um só pecador que se converte..." (Lc 15,10). Se já com isto sentem alegria, quanto mais com a contemplação do próprio Deus!

Aliás, não devemos esquecer que nós homens fomos criados para a alegria. E São Paulo nos exorta a nos alegrarmos sempre no Senhor: "Alegrai-vos sempre no Senhor, mais uma vez vos digo, alegrai-vos!" (Filp 4,4).

domingo, 15 de abril de 2012

Jesus, eu confio em Vós!

"Ofereço aos homens um vaso,

com o qual devem vir buscar graças na fonte da misericórdia.

Esse vaso é a Imagem com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós” (Diário, 327).



sábado, 14 de abril de 2012

Oração

Diante do Céu e da Terra, diante de todos os Coros de Anjos, diante da Santíssima Virgem Maria, diante de todas as Potestades celestes, declaro a Deus Uno e Trino que hoje, em união com Jesus Cristo, Salvador das almas, faço espontaneamente o oferecimento de mim mesmo pela conversão dos pecadores, especialmente por aquelas almas que perderam a esperança na misericórdia de Deus. Este sacrifício consiste em eu aceitar, com total submissão à vontade de Deus, todos os sofrimentos, receios e temores que oprimem os pecadores, entregando-lhes em troca todos os consolos que tenha na alma, provenientes da convivência com Deus. Numa palavra, ofereço eles tudo: Santas Missas, Santas Comunhões, penitências, mortificações e orações. Não tenho medo dos golpes – dos assaltos desferidos pela justiça de Deus -, porque estou unida a Jesus.Ó meu Deus, desejo, dessa maneira, desagravar-vos por aquelas almas que não confiam na Vossa bondade. Confio, no oceano da Vossa Misericórdia.



Ó Sangue e Água que jorraste do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vós.
                                       (p.108)

Diário de Santa Faustina - p 108

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Santa Faustina e o Santo Anjo

De forma especial os Anjos querem conduzir- nos a Jesus Eucarístico, mesmo e até principalmente durante as doenças. Assim escreve Santa Faustina:


"À noite a Irmã que cuidava de mim veio dizer- me "Amanhã a Irmã não receberá Nosso Senhor, porque está ainda muito fatigada, depois veremos como será." Isto magoou-me imenso, mas respondi com muita calma: "Está bem". E, submetendo-me inteiramente ao Senhor, procurei dormir. De manhã, fiz a meditação e preparei-me para a Sagrada Comunhão, embora não devesse receber Nosso Senhor. Quando a minha ansiedade e o meu amor atingiram o grau máximo, de repente, vi junto da minha cama um Serafim, que me deu a Sagrada Comunhão, pronunciando estas palavras: "Eis o Senhor dos Anjos". - Quando recebi o Senhor, o meu espírito mergulhou no amor de Deus e em assombro. Repetiu-se isto durante treze dias, embora eu nunca tivesse a certeza se ele m'A traria no dia seguinte; mas submetendo- me a Deus, confio na Bondade Divina e nem ousava pensar se no outro dia iria receber a Sagrada Comunhão dessa maneira.

O Serafim estava rodeado por um grande esplendor; reflectia-se o divino, o amor de Deus. Tinha uma veste dourada e, por cima, uma sobrepeliz e uma estola transparentes. O cálice era de cristal, coberto por um véu também diáfono. Logo que me dava o Senhor, desaparecia imediatamente." (Diário 1676)



Se tal era a sede da Irmã Faustina de receber Jesus eucarístico, mesmo estando impossibilitada, qual não deve ser a nossa, tendo tempo e saúde? Devemos procurar também a confissão, esta não com os Anjos mas com o Sacerdote: "Quando uma vez tive certa dúvida, que despertou em mim um pouco antes da Sagrada Comunhão, logo apareceu novamente o Serafim com Nosso Senhor. Eu, porém, recorri a Jesus e, não obtendo resposta roguei ao Serafim: "Poderias confessar-me?" E ele respondeu-me: "Nenhum Espírito no Céu tem esse poder". Nesse mesmo momento a Santa Hóstia pousou nos meus lábios." (Diário 1677)

domingo, 8 de abril de 2012

...ressuscitando-O dos mortos e sentando-O nos Céus à sua direita, acima de todo o Principao, Potestade, Virtude e Dominações, e acima de todo o nome que se evoca, não só neste mundo como também no futuro (Ef 1,20-21).


A Todos uma Feliz e Santa Páscoa!!!

Refletindo:

Só uma vez é que São Paulo faz menção ao seu encontro com um anjo. Foi na viagem a Roma, como prisioneiro, quando o barco onde viajava foi colhido por uma tempestade e corria risco de naufragar. Todos perderam a esperança de se salvarem. São Paulo relata:

"Esta noite, apareceu-me um anjo de Deus a quem pertenço e a quem sirvo e disse-me: Nada receies, Paulo. É indispensável que compareças diante de César, e por isso, Deus concedeu-te a vida de todos quantos navegam contigo (Atos 27,23-24)"

Paulo pregava o Evangelho de Cristo com grande vontade e poder de persuasão. Quando os cristãos da Galácia ouviram ensinamento dos evangelhos, ele avisou-os com palavras ameaçadoras: Mas ainda que alguém - nós mesmo ou um anjo do Céu - vos anuncie outro evangelho, além do que vos tenho anunciado, esse seja anátema! (Gl 1,8)  Noutros momentos, nas suas epístolas, ao referir-se a anjos ele chamou aos estranhos e incompreensíveis tipos de seres espirituais "Principados", "Potestades", "Virtudes", "Dominações" e "Tronos". Se as nossas considerações estiverem corretas e a palavra "anjo significa "ser enviado" por Deus, os estranhos nomes que São Paulo utiliza devem também identificar algumas funções dos seres invisíveis. Contudo, a tradição cristã usou os termos para definir os respectivos "coros dos anjos".

Fonte: Os Anjos - Zenon Ziôlkowski - Ed Paulus

Santa Faustina e o Santo Anjo

Meditação



Um dia no céu, o nosso Anjo da Guarda nos mostrará o lugar que Deus preparou para cada um de nós. Santa Faustina recebeu esta graça já aqui na terra em Julho de 1936:

"Quando, uma vez, rezava fervorosamente aos Santos dos Jesuítas, de repente vi o Anjo da Guarda, que me conduzia ao Trono de Deus. Eu passava por grandes multidões de Santos e reconheci muitos que já conheci das imagens. Avistei muitos Jesuítas que me perguntavam: "De que Congregação é esta alma?" Quando lhes respondi, perguntaram: "Quem é o teu director espiritual?" Respondi que era o Padre Andrasz… Ao quererem falar mais, o meu Anjo da Guarda fez sinal, para que fizessem silêncio, e cheguei à presença do próprio Trono de Deus. Contemplei uma claridade enorme e inacessível e olhei para o lugar que me estava destinado próximo de Deus, mas como ele era não sei, porque estava encoberto por uma nuvem. Todavia o meu Anjo da Guarda disse-me:
"Aqui está o teu trono pela tua fidelidade no cumprimento da Vontade Divina".
                                                       (Diário 683)

Portanto, quem já experimentou "quão suave é o Senhor", sabe o quanto pode ir avante na sua vida com Deus, se emprega bem o seu tempo. Tanto na oração, no trabalho, como no descanso podemos ser um canal da Divina Misericórdia, protegidos e guiados pelos Santos Anjos, como Santa Faustina."

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Calendário III

Eventos da Obra dos Santos Anjos nos meses de Maio, Junho e Julho.
 Maio
05 - Recolhimento Mariano - Casa de Nazaré
18 a 20 - Encontro de jovens com o Anjo - Casa de Nazaré
20 - Encontro das Famílias em Anápolis GO
26 e 27 - Seminário Mariano - Goiânia GO

Junho
09 - Recolhimento de jovens em Campinas
10 - Recolhimento em Itatiba SP
15 a 17 - Seminário sobre Liturgia e Eucaristia - Casa de Nazaré
17 - Recolhimento em Campos dos Goytacazes RJ
17 - Recolhimento em Brasília
24 - Recolhimento em Itajubá MG

Julho
06 a 08 - Encontro Vocacional em Anápolis GO
08 - Recolhimento em Lorena SP
12 a 15 - Retiro Geral em Anápolis GO
19 a 22 - Retiro Geral - Casa de Nazaré
19 a 22 - Retiro Geral em Anápolis GO
26 a 29 - Retiro de Jovens - Casa de Nazaré
26 a 29 - Retiro Geral em Anápolis GO


Entrega cada dia tuas dificuldades ao teu Anjo.

Maiores informações: http://www.opusangelorum.org/
Ou no secretariado pelo telefone: 12 3122-9299 Guaratinguetá
                                                      62 3098-1214 Anápolis 


domingo, 1 de abril de 2012

Domingo de Ramos

"Exulta, cidade de Sião! Rejubila, cidade de Jerusalém. Eis que vem teu rei ao teu
encontro, ele é justo, ele salva; é humilde e vem montado num jumento,
um potro, cria de jumenta."
Zc 9,9

Bendito o que nos vem em nome do Senhor!
Na terra, paz aos homens. No céu, glória ao Senhor!


 

Com os Anjos e as criaturas proclamemos nossa fé e aclamemos Jesus Cristo, vencedor da própria morte: "Hosana nas alturas!" 
                            Ant. Liturgia das Horas