Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Santo Agostinho nos ensina



Primeiramente sobre a criação dos anjos:

 “Com efeito,  no que Deus disse: Faça-se a luz e a luz foi feita, é razoável entender- se por essa luz a criação dos anjos, foram, sem dúvida, feitos partícipes da luz eterna, que é a própria Sabedoria imutável de Deus, conhecida pelo nome de Unigênito de Deus (Cristo) e pela qual foram feitas todas as coisas. Desse modo, iluminados pela luz que os criou, se tornaram luz e se chamaram dia pela participação dessa luz e desse dia incomutável que é o Verbo de Deus, pelo qual todos os seres foram feitos.”

Em seguida, ensina Santo Agostinho:

 “A luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a este mundo ilumina também o anjo puro, a fim de que seja luz não em si mesmo, mas com Deus. Se o anjo, se afasta dele, torna-se impuro, como todos os espíritos chamados imundos, que já não são a luz no Senhor, mas trevas em si mesmos, privados da participação da luz eterna. O mal não tem natureza alguma; a perda do ser é que tomou o nome de mal.” (Santo Agostinho, A Cidade de Deus II – Contra os pagãos, Livro XI, capítulo IX, páginas 28 e 29, Editora Universitária São Francisco, Bragança Paulista, Brasil, edição de 2003). Portanto, como explica Santo Agostinho, os anjos decaíram e se tornaram espíritos impuros, ou demônios, porque se afastaram da “luz eterna, que é a Sabedoria imutável de Deus, conhecida pelo nome de Unigênito de Deus”.

Diz ainda Santo Agostinho sobre o demônio:

 “Mas, dir-se-á, talvez, a palavra do Senhor no Evangelho: O diabo era homicida desde o princípio e não se manteve na verdade não deve limitar-lhe o crime ao começo do gênero humano, ao instante em que o homem criado se tornou vítima de seu engano; não, é ele que, desde seu princípio, infiel à verdade, expulso da bem-aventurada sociedade dos santos anjos, obstinado em sua revolta contra seu Criador, se mostra soberbo, orgulhoso do poder particular e próprio que o engana, sedutor desabusado, porque não poderia fugir à mão do Onipotente. E, como não quis permanecer, por piedosa submissão, o que na verdade é, aspira, na cegueira de seu orgulho, a passar pelo que não é. Assim se entenderiam as palavras do apóstolo São João: O diabo peca desde o princípio, quer dizer, desde que foi criado rejeitou a justiça, que não pode possuir sem vontade piedosa e submissa a Deus.” .” (Santo Agostinho, A Cidade de Deus II – Contra os pagãos, Livro XI, capítulo XIII, página 34).

sábado, 25 de agosto de 2012

O Santo Anjo livrando-nos do mal!

É NECESSÁRIO SAIR AINDA HOJE DESTA CASA!




O célebre pedagogo e diretor de uma escola em Monastera, o padre Bernhard Overberg, viajava de carruagem com duas professoras para uma aldeia bem distante. Erraram o caminho e perderam-se numa grande floresta.

Foi um alívio quando finalmente encontraram uma casa. Pediram pouso para a noite. Mas, mal o sacerdote se deitara para dormir, já ouviu uma voz que dizia clara e insistentemente: "É preciso sair ainda hoje desta casa!" Overberg se levantou, mas não conseguia encontrar ninguém, nem mesmo os donos da casa. Muito estranho...

Muito impressionado, acordou as professoras e o cocheiro e deu ordem para partir, mas elas não queriam ceder. Mesmo assim, continuou insistindo até que na manhã seguinte, tendo saído da floresta, chegaram a um bar e lá ouviram: "Sem desconfiar de nada, os hóspedes entraram na casa de bandidos que, durante o sono, queriam apoderar-se do dinheiro e de todos os seus bens, não temendo mesmo assassiná-los."

Quando Overberg recebeu esta informação, exclamou: "Louvado seja Deus por sua grande ajuda para escapar de tão grande perigo!" A partir daí, tornou-se um fervoroso apóstolo da devoção ao Anjo da Guarda.
 
Fonte: Obra dos Santos Anjos

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

15 de agosto - Assunção de Nossa Senhora.

Hoje, solenemente, celebramos o fato ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado como dogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, pois tem tudo a ver com o mistério da nossa salvação, e sendo a Igreja, assim definiu pelo Papa Pio XII em 1950: "A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial."


...Antes, esta celebração, tanto para a Igreja do Oriente como para o Ocidente, chamava-se "Dormício" (= passagem para a outra vida), até que se chegou ao de "Assunção de Nossa Senhora aos Céus", isto significa que o Senhor reconheceu e recompensou com antecipada glorificação todos os méritos da Mãe, principalmente alcançados em meio às aceitações e oferecimentos das dores.

Maria contava com 50 anos quando Jesus a ascendeu aos Céus e, já tinha sofrido com as dúvidas do seu esposo, o abandono e pobreza de Belém, o desterro Egito, a perda prematura do Filho, a separação no princípio do ministério público, o ódio e perseguição das autoridades, a Paixão, o Calvário, a morte do Filho, embora tanto sofrimento, São Bernardo e São Francisco de Sales é quem nos aponta o amor pelo Filho que havia partido como motivo de sua morte.

Portanto a Virgem Maria ressuscitou, como Jesus, pois sua alma imortal uniu-se ao corpo antes da corrupção tocar naquela carne virginal, que nunca tinha experimentado o pecado. Ressuscitou, mas não ficou na terra e sim imediatamente foi levantada ou tomada pelos anjos e colocada na Igreja Triunfante como Nossa Senhora, Mãe e Onipotência Suplicante assunta aos Céus!


Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Quaresma de São Miguel Arcanjo

Inicio da Quaresma: 15 de agosto a 29 de setembro (Festa de São Miguel) Providenciar um altar para São Miguel com uma imagem ou uma estampa e também de São Padre Pio e de Nossa Senhora.

                                
Todos os dias:

* Acender uma vela



* Oferecer uma penitência



* Fazer o sinal da cruz



* Rezar a oração inicial



* Coroa Angélica (Terço de São Miguel Arcanjo)

* Rezar a ladainha de São Miguel

* Oração final

 
ORAÇÃO INICIAL

“São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém”.

“Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém”.



COROA ANGELICA (TERÇO DE SÃO MIGUEL ARCANJO)
Usando o pequeno Rosário de São Miguel, na pequena conta junto à medalha, reza-se:
(lembrando quem não tiver o rosário de São Miguel, usar as contas do Terço comum)



DEUS vinde em nosso auxílio. SENHOR socorrei-nos e salvai-nos.
Glória ao PAI…

Depois, deixando para o final as quatro contas que se sequem, toma-se a primeira conta grande do Rosário e reza-se a primeira saudação, Glória ao PAI e o PAI Nosso e nas três contas pequenas, três Ave Marias.



PRIMEIRA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dos SERAFINS, faça-nos ó SENHOR dignos do fogo da perfeita Caridade.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



SEGUNDA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dosQUERUBINS, pedimos ao SENHOR a graça de trilharmos a estrada da perfeição cristã.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



TERCEIRA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dosTRONOS, pedimos ao SENHOR que nos dê o espírito da verdadeira humildade. Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



QUARTA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dasDOMINAÇÕES, pedimos ao SENHOR nos conceder a graça de dominar nossos sentidos, e de nos corrigir das nossas más paixões.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



QUINTA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dasPOTESTADES, pedimos ao SENHOR se digne de proteger nossas almas contra as ciladas e as tentações de satanás e dos demônios.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



SEXTA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dasVIRTUDES, pedimos ao SENHOR a graça de sermos, vencedores no perigoso combate das tentações.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



SÉTIMA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste dosPRINCIPADOS, pedimos ao SENHOR que nos dê o espírito de uma verdadeira e sincera obediência a Ele.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria



OITAVA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste de todos os ARCANJOS, pedimos ao SENHOR nos conceder o dom da perseverança na Fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória do Paraíso.

UM PAI NOSSO … Três Ave Marias … Gloria



NONA SAUDAÇÃO

Pela intercessão de SÃO MIGUEL e do coro celeste de todos os ANJOS, pedimos ao SENHOR que estes espíritos bem-aventurados nos guardem sempre, e principalmente na hora da nossa morte e nos conduzam à glória do Paraíso.

Um PAI Nosso … Três Ave Marias … Gloria

No final reza-se nas quatro contas grandes:

Um PAI Nosso … (em honra de São Miguel Arcanjo)

Um PAI Nosso … (em honra de São Gabriel)

Um PAI Nosso … (em honra de São Rafael)

Um PAI Nosso … (em honra de nosso Anjo da Guarda)

Termina-se rezando:

Antífona: Glorioso São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de DEUS, nosso admirável guia depois da Sagrada Família; vós cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção que adiantemos cada dia mais, na fidelidade em servir a DEUS. Amém

- Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de CRISTO.
- Para que sejamos dignos de suas promessas.


Oração:
 DEUS, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhesses para príncipe de vossa Igreja o gloriosíssimo arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da vossa poderosa e Augusta Majestade, pelos merecimentos de JESUS CRISTO, Nosso Senhor.Amém

LADAINHA DE SÃO MIGUEL

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.
São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.
São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.
São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.
São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.
São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.
São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.
São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.
São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo,
para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.

Oração:

Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém.

domingo, 12 de agosto de 2012

Liturgia



Na Liturgia de hoje, Domingo dia 12/08, vimos que no cansaço e no desânimo do Profeta Elias, Deus manda o seu Anjo, para acorda-lo, anima-lo e dar-lhe força para continuar a jornada.
É preciso que ele se acorde,  se alimente do Pão que o Anjo lhe mostra!
Nós também, acordemos de nossa tristeza, do nosso desânimo e nos fortifiquemos com o Pão do Céu!

Grande é o caminho para percorrermos e chegar ao Reino!!!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Santa Edith Stein, rogai por nós.

FOGO DE PENTECOSTES



Quem és tu, Luz que me inundas
E clareias o meu coração?
Tu me guias,
Qual mão carinhosa de mãe,
Se de Ti me desprendo,
Não saberia caminhar
Nem mais um passo.
Tu és o espaço,
Que cerca meu ser
E em si me acolhe.
Saindo de Ti,
Mergulho no abismo do nada,
De onde tu me tiraste.
Tu estás mais próximo a mim
Do que eu a mim mesmo,
E mais íntimo
Do que meu interior –
No entanto, continuas intocável
E incompreensível,
Arrebatando o que existe:
Santo Espírito – Eterno Amor.


Não és tu o maná,
Que passa do coração do Filho
Ao meu,
Comida dos anjos e dos santos?
Ele, que da morte
Para a vida se levantou,
Também a mim ressuscitou para a vida.


Arrancou-me do sono da morte,
E nova vida Ele me dá
De dia para dia.
Um dia sua plenitude
Inundar-me-á totalmente,
Vida de tua vida –
Sim, tu mesmo:
Santo Espírito – Eterna Vida.


És tu o raio
Que estala
Do trono do Juiz
E irrompe na noite da alma,
Que nunca se reconhece e si mesma.
Misericordioso – inexorável,
Penetra-lhe os abismos sombrios,
E ela, assustada com a visão de si mesma,
Cede-lhe confiante o lugar –
Santo temor,
Início daquela sabedoria,
Que vem das alturas
E nas alturas nos ancora fortemente - ,
Tua realidade nos cria de novo:
Santo espírito – Raio Penetrante.


És tu a canção do amor
E santo temor,
Que ecoa eternamente
Ao redor do trono de Deus,
Que une em si
O puro som de todas as criaturas?
A sintonia
Que une os membros com a cabeça,
Nela cada um
Encontra feliz
O sentido misterioso de seu ser
E flutua em júbilo,
Em tuas torrentes:
Santo Espírito - Eterno Júbilo.


És tu a plenitude,
A força do Espírito,
Pela qual o Cordeiro rompe os selos
do livro da vida
Por um eterno decreto de Deus.
Impelidos por Ti,
Os mensageiros do juízo
Galopam pelo mundo
E separam com espada afiada
O Reino do meio das trevas.
Então, tornar-se-ão novos
O céu e a terra,
E tudo aparecerá no devido lugar
Pelo teu sopro:
Santo Espírito – Força Vencedora.



(Pentecostes de 1942, últimos meses da vida de Edith Stein)