Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sábado, 5 de outubro de 2013

Santa Faustina e o Santo Anjo


“A Irmã Faustina Kowalska, conhecida em todo mundo, apóstola da Misericórdia de Deus, é considerada pelos teólogos como fazendo parte de um grupo de notáveis místicos da Igreja. (p.8)
Nasceu como terceira de dez filhos numa pobre, mas piedosa família de aldeões, em Glogowiec. No Batismo, na igreja paroquial de Swinice Warckie, recebeu o nome de helena. Desde a Infância distinguiu-se pela piedade, pelo amor à oração, pela diligência e obediência, e ainda, por uma grande sensibilidade com as misérias humanas. (p.8)
O chamamento da vocação faz-se sentir desde os sete anos de idade(dois anos antes da Primeira Comunhão), embora os pais não concordassem com a idéia da entrada da filha para um Convento. (p.8)
Na Congregação recebeu o nome de Irmã Maria Faustina. Àquela simples religiosa, sem instrução, mas valorosa e de uma confiança sem limites em Deus, Jesus Cristo confiou a grande missão:a Mensagem da Misericórdia dirigida a todo mundo.(p.9)
Fisicamente esgotada até ao limite, embora em pleno amadurecida no seu espírito, misticamente unida a Deus, acabou por falecer em fama de santidade a 5 de Outubro de 1938, contando apenas com 33 anos de vida e 13 de profissão religiosa.(p.9) 




Santa Faustina e o Anjo da Guarda

“Quando terminou o sermão, não esperei pelo final da cerimônia, porque tinha pressa de regressar à casa. Mas, mal havia dado alguns passos, surgiu diante de mim uma multidão de demônios que me ameaçavam com suplícios terríveis e podiam ouvir-se vozes: “Ela nos roubou tudo aquilo que conseguimos como trabalho de tantos anos”. Quando lhes perguntei: “Donde vindes em tão grande número? – responderam-me essas figuras maldosas: “Dos corações dos homens, não nos atormente”.
Vendo o seu terrível ódio para comigo, pedi ajuda do Anjo da Guarda e imediatamente surgiu diante de mim a clara e luminosa figura do Anjo da Guarda, que me disse: “Não tenhas medo, esposa do Meu Senhor, esses espíritos não te poderão fazer mal sem permissão d’Ele. Imediatamente, desapareceram os espíritos maus, e o fiel Anjo da Guarda acompanhou-me de maneira visível até a casa. Seu olhar era modesto e tranqüilo, e de sua fronte brotava um raio de fogo.
Ó Jesus, eu desejaria trabalhar, atormentar-me e sofrer a vida toda por esse único momento em que vi a Vossa glória,Senhor, e o proveito das almas.

Perfeição

Jesus disse à Santa Faustina: “As almas eleitas são como luzes em Minhas mãos, luzes que lanço na escuridão do mundo e ilumino. Como as estrelas iluminam a noite, assim as almas eleitas iluminam a Terra, e quanto mais perfeita é a alma, tanto mais luz lança em torno de si e alcança mais longe. Pode ser oculta e desconhecida até pelos mais próximos, porém a sua santidade reflete-se nas almas até nos mais distantes confins do mundo.(p.383).

Faltas voluntárias

Jesus disse à Santa Faustina: Minha filha, escreve-as faltas involuntárias das almas não detém o Meu amor paras com elas, nem impedem aminha união com elas; porém as faltas, ainda que mínimas, mas voluntárias, estas sustam as minhas graças e não posso cumular tais almas com Minhas graças.(p.391).

Poder da oração
Jesus disse à Santa Faustina: “Minha filha, quero ensinar-te como deves salvar as almas pelo sacrifício e pela oração. Pela oração e pelo sofrimento salvarás mais almas do que o missionário apenas pelos ensinamentos e sermões.(p.422)

http://biografiadossantos.wordpress.com/2010/04/03/santa-faustina/