Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sábado, 23 de novembro de 2013

SANTA FAUSTINA E OS ANJOS




"Nestes tempos difíceis quão importante é dar- nos conta de uma realidade que por tantas vezes nos esquecemos ou não honramos como deveria ser honrada a realidade Angélica (…)


Os santos em geral tiveram uma grande devoção aos Anjos, especialmente ao Anjo da Guarda e aos Arcanjos S. Miguel, S. Gabriel e S. Rafael.

Também na vida de Santa Faustina, essa realidade que a Igreja nos apresenta como dogma de fé, foi experimentada de forma muito concreta e viva. Citamos, por exemplo, uma das viagens que fez a Ir. Faustina:

"Então, vi ao meu lado um dos sete Espíritos, radioso como anteriormente, sob uma forma luminosa. Observei que se mantinha constantemente a meu lado e, mesmo enquanto estava a viajar de comboio, via-o. Reparei que em cima de cada uma das igrejas por onde passava se encontrava um Anjo, embora envolvido numa aura de luz mais pálida do que a do Espírito que me acompanhava durante a viagem. E cada um dos que guardavam as igrejas inclinava-se diante desse Espírito que estava a meu lado.

Quando entrei no portão do convento em Varsóvia, esse Espírito desapareceu. Agradeci a Deus pela Sua bondade em nos dar Anjos por companheiros. Oh, como as pessoas consideram pouco o fato de terem sempre perto de si um visitante como este, que é, ao mesmo tempo, testemunha de tudo! 

Pecadores, lembrai-vos que também vós tendes uma testemunha de todos os vossos atos!" (Diário 630)