Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Testemunhos na vida dos Santos II



Recorrendo a escrito de santos, temos testemunhos de intervenções em revelações privadas do Anjo Custódio do Reino na história do seu povo. Por exemplo na Irlanda: “Conta-nos o Venerável Beda que um dos reis da Irlanda tinha grande devoção aos Santos Anjos, e costumava orar-lhes com fervor. Teve, porém, um mau conselheiro, e começou a malquistar-se com os seus súbditos, pelo que estes se juntaram contra ele, resolvidos a moverem-lhe guerra. Ao saber disto, o Rei ficou inquieto; mas eis que lhe apareceu o seu Anjo da Guarda, que lhe disse: «Não temas. Pela devoção que sempre me tens tido, assim como aos outros Anjos, obtivemos de Deus que os outros príncipes e teus súbditos se decidissem a fazer aliança contigo. Mas, por teu lado, tens de afastar de ti esse mau conselheiro, e esforça-te por contentar os bons homens do teu reino», o que fez o rei, com ótimos resultados”.
Também no tempo do rei Olíbrio da Hungria, este saiu-se bem num episódio do seu reinado, graças à intervenção do Anjo da Guarda do seu Reino. Em memória desse acontecimento mandou fazer grandes solenidades em sua honra e pôs a sua imagem sobre a sua coroa. Daí por diante tornou-se costume dos reis e príncipes da Hungria invocarem nas ocasiões solenes a Deus, por intermédio do seu Anjo, e nada resolviam de grave sem terem feito esta oração (cfr. Os Santos Anjos, por E. D. M., Tipografia Inglesa Lda., Lx, 1954, pg. 10 e 11).