Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

São José



A MISSÃO PATERNAL DE SÃO JOSÉ


"Disse-lhe o Anjo: "Ela dará à luz um Filho, a Quem porás o nome de Jesus. porque Ele salvará o Seu povo dos seus pecados" (Mt. 1,21). O Anjo, ao ordenar que fosse ele a dar o nome ao Filho de Maria, sua esposa, confirma a sua autoridade de pai legal sobre o Menino. A própria Virgem reconhece-a quando diz no encontro no Templo: "Eis que Teu pai e eu andávamos angustiados à Tua procura" (Lc. 2,48).

Por isto podemos concluir que São José foi chamado por Deus para servir diretamente a Pessoa e a missão de Jesus, mediante o exercício da sua paternidade. Esta expressou-se concretamente "em ter feito da sua vida um serviço, um sacrifício, ao mistério da Encarnação e à missão redentora com Ele inseparavelmente ligada; em ter usado da autoridade legal. que lhe competia, em relação à Sagrada Família, para Lhe fazer o dom total de si mesmo, da sua vida e do seu trabalho; e em ter convertido a sua vocação humana ao amor familiar na sobre-humana oblação de si, do seu coração e de todas as capacidades, no amor que empregou ao serviço do Messias nascido na sua casa"
(Paulo VI, Alocução [19/3/66]: Insegnamenti, IV [1966], p. 110).

Como não se pode conceber que a uma tarefa tão sublime não correspondessem as qualidades requeridas para a desempenhar adequadamente, importa reconhecer que São José teve em relação a Jesus, "por especial dom do Céu, todo o amor natural e toda a solicitude afectuosa que o coração de um pai pode experimentar"
(Pio XII, Rádio-mensagem aos estudantes das escolas católicas dos U.S.A. [19/2/58]: AAS 50 [1958], p. 174).