Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 16 de março de 2014

Oração - O envio dos Anjos

Eterno PAI, que criaste tudo no céu e na terra para Vossa glória e louvor, nós Vos agradecemos, pois nos criastes e nos concedestes a grande dignidade de sermos Vossos filhos, e nos confiastes à proteção e guia dos Santos Anjos, nossos irmãos celestes.


Eis, juntamente com eles, estamos ajoelhados diante de Vós para consagrar-Vos todo o nosso viver e agir, e Vos pedimos que nos concedais o poderoso auxílio de Vossas primeiras criaturas. Assim, por eles guardados e guiados, poderemos, neste tempo, persistir e cumprir a nossa missão.

Por isso, mandai-nos aqueles - que Vosso amor criador pensou.
Mandai-nos aqueles - que o sopro de Vossa boca criou primeiro.
Mandai-nos aqueles - que nunca Vos foram infiéis.
Mandai-nos aqueles - que no princípio lançaram Satanás no abismo.
Mandai-nos aqueles - que sem cessar contemplam a Vossa face.
Mandai-nos aqueles - que dia e noite estão atentos às Vossas ordens.
Mandai-nos aqueles - que administram toda a Vossa criação.

E juntamente com São Miguel, chefe das Vossas legiões celestes, queremos adorar-Vos, amar-Vos e como ele servir somente a Vós, pois ninguém é como Vós, ó DEUS bom, misericordioso e fiel!

Senhor JESUS CRISTO, Vós sois o princípio, a plenitude e o fim de toda criação. Diante de Vós deve dobrar-se todo joelho, seja no céu, na terra ou debaixo da terra, porque pela Vossa vitória na Cruz Vos submetestes tudo.

Também nós nos prostramos diante de Vós para implorar de Vossa misericórdia a ajuda especial dos Vossos exércitos celestes, que constantemente estão Vos servindo e lutando para Vós.

Por isso mandai-nos Vossos exércitos - porque nos remistes pela a Vossa vitória na Cruz.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque nos comprastes com o Vosso Preciosíssimo Sangue.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque destes a Vossa vida por nós.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque nos amastes até o fim.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque nos destes a Vossa Palavra.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque nos chamastes com o Vossos Anjos.
Mandai-nos Vossos exércitos - porque nos prometestes a vitória da Igreja.

E que São Gabriel, o mensageiro de Vossa Encarnação, leve também o nosso "faça-se em mim" diante de Vosso Trono, a fim de que também nós, conforme o exemplo de MARIA, nos tornemos portadores de Vosso Corpo e Sangue e Vos sigamos aonde quer que nos conduzais ou envieis.

ESPÍRITO SANTO, Vós inflamastes nosso coração com o amor aos Vossos poderosos servidores. Assim, pedimos a Vossa assistência especial por meio dos Santos Anjos, a fim de que nos conduzam através deste tempo, como outrora haviam conduzido os Israelitas através do mar Vermelho, para que, guiados por eles possamos voltar para o Coração do Redentor.

Por isso, mandai também Vós os Vossos Anjos em nosso auxílio - para que nos tragam os Vossos doze frutos.
Mandai-os em nosso auxílio - para que nos transmitam os Vossos sete dons.
Mandai-os em nosso auxílio - para que por meio deles, cresçamos na fé, esperança e caridade.
Mandai-os em nosso auxílio - para que nos tornemos um com eles.
Mandai-os em nosso auxílio - para que, por meio deles, nos tornemos verdadeiramente adoradores de DEUS Uno e Trino.
Mandai-os em nosso auxílio - para que lutem com sétupla força espiritual conosco e por nós.
Mandai-os em nosso auxílio - para que protejam os doze portões da Santa Igreja (Ap 21,12-14).

E queira São Rafael, com sua seta de amor, inflamar cada vez de novo o nosso coração com a brasa do amor de DEUS, para que possamos guardar "o mistério do Rei" (Tb 12,7).

Ó MARIA Imaculada, Rainha de todos os Anjos, em cujo serviço estão todos os Anjos vós unis em vosso exército todos os vossos servos, a fim de conseguir também na batalha presente a vitória para Deus.
Por isso, nos refugiamos em vós, Nossa Senhora, Rainha e Mãe, e vos suplicamos cheios de confiança:
Olhai para a nossa miséria - e mandai-nos vossos Anjos.
Escutai a nossa súplica - e vinde com os vossos Anjos.
Ficai conosco na luta - com todos os vossos Anjos.
Enviai os vossos Anjos, Virgem puríssima - para precipitar a Satanás no abismo.
Dai ordens aos vossos Anjos, MÃE Santíssima - para afastar para longe de nós a serpente.
Ordenai aos vossos Anjos, Rainha augustíssima - que afugentem o grande Dragão.
E na mão dos nossos santos Anjos da Guarda queremos servir-Vos eternamente, silenciando escutando e obedecendo pobres, puros e fiéis.

Agora, vós próprios estais diante de nós, grandes e santos irmãos, e nos colocamos confiantemente em vossas mãos. Os cuidados do PAI Celeste nos confiam a vós, o amor do Senhor vos chamou a segui-Lo ao nosso lado, e o ESPÍRITO SANTO vos entregou a MARIA, Sua esposa e vossa Rainha, a fim de que ela vos envie em nosso auxílio.
Por isso nós nos confiamos a vós santos Serafins - e vos damos todo o nosso amor.
Nós nos confiamos a vós, santos Querubins - e vos entregamos todas as nossas palavras.
Nós nos confiamos a vós, santos Tronos - e vos entregamos toda a nossa vida.
Nós nos confiamos a vós, santos Dominações - e vos entregamos todos os nossos dons.
Nós nos confiamos a vós, santos Potestades - e vos entregamos todas as nossas lutas e tentações.
Nós nos confiamos a vós, santos Principados - e vos entregamos toda a nossa posse.
Nós nos confiamos a vós, santos Virtudes - e vos entregamos todos os nossos talentos e virtudes.
Nós nos confiamos a vós, santos Arcanjos - e vos entregamos todas as nossas obras.
Nós nos confiamos a vós, santos Anjos - e vos entregamos nossos sofrimentos e misérias.

Vós, todos os nove coros dos Santos Anjos! Nós vos agradecemos por toda a vossa ajuda e cuidados que cada dia nos concedeis, e vos pedimos pela força do Preciosíssimo Sangue de CRISTO, pelas lágrimas de nossa Mãe, MARIA Santíssima e pelo poder que recebeste de DEUS para socorrer aos homens: protegei a Santa Igreja em cada um de seus portões contra todos os ataques dos inimigos, para que a vitória redentora de CRISTO se manifeste.

Ensinai-nos a sermos vigilantes a conhecer a grande batalha na qual estamos envolvidos, a fim de que não se perca mais nenhuma propriedade de DEUS, por causa de nossa falta de atenção e sonolência.
E colocai sempre de novo a grande meta diante dos nossos olhos, que é o próprio DEUS, o Santo, Forte, Imortal, PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO, a quem queremos convosco adorar eternamente na Jerusalém celeste. Amém.

Livro: Na presença dos Anjos - Adoramos e Cantamos ao Senhor. Organizador Ir. Maximilian M Plöchl. 2º Edição. Obra dos Santos Anjos.