Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 26 de abril de 2015

Os Anjos apresentam nossas orações a DEUS

 
 
A oração da humanidade é realizada no alto pelos santos Anjos. Através deste ministério, a nossa oração é reforçada, reforçada e torna-se mais próxima de Deus. São Rafael fala assim a Tobias:
 
"Quando você orou com lágrimas, e enterrou os mortos, e deixou sua posição de jantar, ... eu ofereci a sua oração ao Senhor" (Tob. 12,12). 
 
Na sagrada liturgia oramos para que os Anjos possam apresentar nossas orações diante de Deus. O Anjo não só apresenta a nossa oração, mas carrega-a no ar em um recipiente precioso: "prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos" (Ap 5,8). 

A oração de um anjo é como um fogo, que ele mantem flamejante  fora da embarcação de sua natureza espiritual.  
 
 
 " Vi os sete anjos que se acham em pé diante de Deus; a eles foram dadas sete trombetas.  Outro anjo, que trazia um incensário de ouro, aproximou-se e ficou em pé junto ao altar. A ele foi dado muito incenso para oferecer com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro diante do trono.  E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos". (Apoc. 8, 2-4).
 
Em seu ministério, o Anjo é consciente e fiel. Deus nos contempla com nosso Anjo da Guarda, como se fôssemos um. Essa unidade também tem suas características específicas. Nenhum ser no céu ou na terra é mais adequado para a nossa própria individualidade distinta do que o nosso próprio Anjo da Guarda. É por isso que a devoção ao Anjo da Guarda é particularmente rentável. Nele encontramos ajuda e proteção, ele é o nosso mais belo elogio. Nossas pobres orações balbuciante recebem sua forma mais perfeita na sua adoração. No futuro, sempre que orarmos, lembremo-nos de convidar o nosso Anjo da Guarda. Ele quer certamente rezar com a gente e ouvir as nossas orações a Deus, dando-lhes um pouco de seu próprio esplendor. Este Ministério é uma alegria para o Anjo.