Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A Saudação Angélica

Poucos cristãos, mesmo entre os mais instruídos, conhecem o valor, o mérito, a excelência e a necessidade da Ave-Maria, ou seja, a Saudação Angélica. Para tornar mais conhecido o seu valor espiritual foi preciso que a Virgem aparecesse várias vezes a grandes e bem cultos Santos tais como D.Domingos, S. João Capristano, o beato Alano da Rocha. Proclamaram a alta voz e pregaram abertamente o seguinte:
- A salvação do mundo foi iniciada com a Ave-Maria; assim também a salvação de cada um depende de tal oração;
- esta oração forneceu à terra seca e estéril o fruto de vida; assim também, quando bem rezada, fará germinar em nós a palavra de Deus e o fruto de vida, Jesus Cristo;
- a Ave-Maria é um orvalho celestial que banha a terra, ou seja, a alma, para que dê fruto a seu tempo; quem não for banhado por este orvalho celestial não produzirá frutos, mas apenas silvas e espinhos, e está prestes a tornar-se maldito. (249)
"Fica sabendo, meu filho, e fá-lo saber a todos, que é um sintoma provável e próximo de condenação eterna, o ter aversão, tibieza e negligência à reza da Saudação Angélica, que reparou todo o mundo".  - Santíssima Virgem revelou ao beato Alano da Rocha. (250)
A Ave-Maria é a mais bela de todas as orações depois do Pai-Nosso.  É a saudação mais perfeita que podemos dirigir a Maria, porque é a que o Altíssimo lhe transmitiu por um Arcanjo, a fim de lhe conquistar o coração.  (252)
A Ave-Maria é, segundo os Santos, a inimiga do demônio, que se põe em fuga, e o martelo que o esmaga; é a santificação da alma, a alegria dos Anjos, a melodia dos eleitos, o cântico do Novo Testamento, o gozo de Maria e a glória da Santíssima Trindade. A Ave-Maria é um orvalho do Céu, que torna a alma fecunda; é um beijo puro e amoroso que se dá a Maria; é uma rosa vermelha que se lhe oferece; uma pérola preciosa que se lhe dá; um pouco de ambrósia e de néctar divino que se lhe apresenta.  Todas estas comparações nos vêm dos Santos. (253)
Fonte: Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem. São Luís Maria de Monfort. 

Postado pela Comunidade Mariana Aliança Eterna