Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sábado, 12 de janeiro de 2013

São João Batista



Este Santo bíblico, que parece ter gozado uma grande familiaridade com os Anjos, São João Batista.  Há ícones na Igreja oriental, nos quais este grande Santo é representado com asas de Anjo. E isto remota ao testemunho do próprio Senhor a respeito do seu precursor: "Que foste ver no deserto?... um profeta? Sim, digo-vos Eu, mais que um profeta. É dele que está escrito: Eis que eu envio Meu Anjo diante de ti para te preparar o caminho"(Mt 11, 7-9).
Neste texto, Jesus refere-Se a profecia de Malaquias: " vou mandar o Meu Anjo para preparar o Meu caminho"(Ml 3,1) e declara que em João Batista se cumpriu o que fora predito pelo profeta. Na maioria das traduções, a palavra "Anjo" é traduzida como "mensageiro", e olhando para o grego, a palavra "angelos" significa genericamente "mensageiro", mas quando indica um mensageiro divino, se trata de "Anjo". A tradução  por "Anjo", neste contexto, porém, mantendo um certo equivoco, dá mais sentido, visto que o Senhor, explica aos Seus ouvintes que em João Batista, eles viram mais que um profeta. Pois os antigos profetas receberam as suas visões por meio dos Anjos, enquanto João Batista viu o Senhor, o Deus encarnado, com seus próprios olhos. Assim, em comparação com os demais profetas, parece como um Anjo, que vê Deus face a face. Por isso, convém  traduzir esta palavra do Senhor sobre João Batista como "Anjo": "Eis que envio Meu Anjo diante de Ti".
Cumpriu a missão de Anjo
Porém, para nós é claro que João Batista não era um Anjo. Os Evangelhos narram até vários detalhes sobre seu nascimento (Lc 1, 5-25; 57-80). Por isso, sabemos que ele foi um homem como nós, "de carne e osso". Portanto, quando Jesus fala: "É dele que está escrito: "Eis que Eu envio  Meu Anjo diante de ti... " isto quer dizer que João Batista cumpriu a missão que fora predita como a tarefa de um Anjo.
E sabendo que ele foi purificado do pecado  original já no seio de sua mãe, de modo que São Gabriel podia dizer que "desde o ventre de sua mãe será cheio do Espírito Santo" e que por isso "estremeceu de alegria no seio de sua mãe" quando Maria visitou Isabel (Lc 1, 15. 44), podemos dizer que ele tinha algo angelical, uma pureza sem igual, uma santidade singular. E com certeza em seu ministério, os Anjos lhe ajudaram de maneira extraordinária, já que se alegram com a nossa penitência (Lc 15, 10) e João Batista era um homem de penitência austera. Assim, ele chegou a uma grande comunhão com os Santos Anjos.
O Batismo de Jesus
“João havia declarado: vi o Espírito descer do céu em forma de pomba e repousar sobre Ele. Eu não o conhecia, mas aquele que me mandou batizar em água disse-me: Sobre quem vires descer e repousar o Espírito, este é quem batiza no Espírito Santo. Eu o vi e dou testemunho de que ele é o filho de Deus.” Jô 1, 32- 34.

"A vida pública de Jesus tem início com seu Batismo por João, no rio Jordão… Uma multidão de pecadores, de publicamos e soldados Fariseus e saduceus e prostitutas vem fazer-se batizar por ele. Jesus aparece, João Batista hesita, mas Jesus insiste. E ELE recebe o Batismo. Então, o Espírito Santo, sob a forma de pomba, vem sobre Jesus e a voz do céu proclama: Este é o meu filho bem amado. É a manifestação (EPIFANIA) de Jesus como Messias de Israel e filho de Deus.” CIC 535
A voz vinda do céu é a voz do Pai proclamando a missão de Cristo.
Rei e Servo, o rei-servidor.
A festa do batismo do Senhor é também o momento de recordar nosso próprio Batismo, pois nele somos adotados como filhos de Deus e recebemos o Espírito para realizar nossa missão".

Fonte: Carta Circular - Obra dos Santos Anjos Dezembro/2012.