Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

São Miguel defende o santuário



Os sacerdotes dos ídolos, obstinados nos seus erros,resolveram destruir o santuário.Junto deste,passavam dois rios que eram contidos por diques.Numa noite ouviu-se um forte barulho das águas.Os pagãos tinham destruído os diques e brevemente o santuário seria arrasado e submerso.O eremita,ao ver o que se passava,gritou: "SENHOR,a Vossa onipotência comanda e rege os abismos do mar,Vós podeis salvar o templo do Vosso Arcanjo". Enquanto ele rezava,ouviu-se uma voz vinda do Céu.Era São Miguel que descia para desarmar o furor de Satanás.Disse ele ao seu fiel servo e guardião do seu templo:"Não temais, o inferno não pode nada contra nós". O Arcanjo estendeu a sua mão sobre o caudal dos rios;as águas impetuosas foram controladas no seu caminhar por um braço invisível.São Miguel traçou sobre elas o sinal da Cruz e fê-las recuar,desviando o seu curso.O vencedor de Lúcifer deixou-se ver no cume de um rochedo.A terra tremeu e abriu-se uma garganta,por onde as águas sumiram-se vertiginosamente,em turbilhão.São Miguel,depois de ter exortado o eremita a que continuasse a convidar os doentes do corpo e da alma a que usassem da água da fonte em Nome da SANTÍSSIMA TRINDADE,subiu ao Céu.
As liturgias da Igreja Oriental comemoram este acontecimento com Missa e ofícios próprios no dia 06 de setembro.
________________________________________
(Fonte:São Miguel,Príncipe dos Exércitos Celestes,Ed.Divina Misericórdia,1997)