Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Sozinha a esta hora?



Maria, casada há quatro anos e com um filho de dois, descobriu que estava sendo traída pelo marido. Muito abalada e não encontrando uma solução para o caso, resolveu recorrer ao Arcanjo Sao Miguel, consagrando-lhe o casamento para que ele o restaurasse. Um ano e oito meses se passaram e ela, tranquila, agradecia a São Miguel pela volta do marido quando, numa noite, ela o esperou em vão até as duas horas da madrugada. Em desespero, resolveu procurá-lo. Sem dispor de condução, saiu a pé, com destino ao bairro vizinho onde esperava encontrá-lo, deixando o seu filho sozinho em casa. Caminhava por uma rua deserta e sentiu, de repente, que alguém colocara a mão no seu ombro. Voltou-se e viu um jovem alto, bonito que, olhando sério para ela foi logo dizendo: "O que você está fazendo aqui, sozinha, a essa hora? É perigoso; volte já para casa, seu filho está precisando de você. Eu irei acompanhá-la até lá." Maria afirma ter sido tomada de um sentimento indescritível e só percebeu que estava de volta quando pararam em frente à sua casa. Seu fiel companheiro mandou que ela entrasse, trancasse a porta e fosse cuidar do filho que estava precisando dela. Quando ela voltou-se para agradecer não viu mais ninguém; ele havia desaparecido.
Emocionada pela certeza de ter sido acompanhada pelo Santo Arcanjo, ela fez o que ele ele dissera e foi dormir. Pouco depois seu marido chegou assustado, afirmando que fora obrigado a voltar para casa e que estava profundamente arrependido de, novamente, ter ido a procura da outra; afirmou que fora tocado por uma força sobrenatural que o transformara.

Fonte: cumsanctisangelis.blogspot.com