Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 1 de dezembro de 2013

A COROA DO ADVENTO - ACONTECIMENTO FAMILIAR





Nos domingos de Advento, é de costume que as famílias vejam nas Igrejas as belas e tradicionais Coroa do Advento. Cada família, porém, pode produzir a sua própria coroa e levá-la no primeiro Domingo do Advento à Igreja, ou nas Vésperas, para que o Padre a abençoe. Há uma benção própria para a Cora do Advento no ritual de bençãos da Igreja.

Em casa a Coroa poderia ficar sobre a mesa onde a família faz a refeição. Trata-se de uma “liturgia” familiar que se realiza de um modo muito simples. Todos se colocam em volta da coroa, se acende a vela que corresponde a semana em questão (cada semana se acende uma outra vela, de modo que na primeira semana se acende só uma e mesma vela, na segunda semana a vela da primeira semana mais uma para a segunda semana e assim sucessivamente até que as quatros velas sejam acesas durante a quarta semana), e isso, se possível, acompanhando com um canto próprio de Advento.

Se pode também ler uma passagem da Bíblia, própria do tempo do Advento e fazer algumas meditação sobre o texto lido (ou explicar para as crianças o sentido do Advento, da renúncia como preparação para o Natal, etc). 

Sugestões:

a) Se recomenda fazer a coroa de Advento em família, aproveitando a ocasião para ensinar as crianças o sentido e o significado do e Natal e a sua preparação.

b) A coroa deverá estar em um lugar privilegiado da casa, de preferência onde seja facilmente visível a todos, recordando assim a vinda cada vez mais próxima do Senhor Jesus e a importância de preparar-se bem para este momento.

c) É conveniênte fixar um horário onde toda a família esteja reunida para se acender a coroa de Advento de manera tal que seja uma ocasião familiar e ordenada, com a participação consciente de todos.

d) Se recomenda repartir as funções de cada membro da família. Um pode ser o que acende a vela, outro o que lê a passagem bíblica, outro que faz algumas preces, outro que faz algum comentario... em fim, a idéia é que todos possam participar e que seja uma ocasião de encontro familiar.

As quatro velas indicam as quatro semanas do Tempo do Advento, e têm ainda muitos outros significados que podem ser: as quatro fases da História da Salvação preparando a vinda do Salvador, os quatro pontos cardeais da Cruz de Cristo, o Sol da salvação, que ilumina o mundo envolto em trevas.

Existem diferentes tradições sobre os significados das velas. Uma bastante difundida:


A primeira vela é do profeta; 
A segunda vela é de Belém; 
A terceira vela é dos pastores; 
A quarta vela é dos anjos. 


A coroa tem a forma de círculo, símbolo da eternidade, da unidade, do tempo que não tem início nem fim, de Cristo, Senhor do tempo e da história. O círculo indica o sol no seu ciclo anual, sua plenitude sem jamais se esgotar, gerando a vida. Para os cristãos este sol é símbolo de Cristo. 


Desde a Antiguidade, a coroa é símbolo de vitória e do prêmio pela vitória. Lembremos a coroa de louros, a coroa de ramos de oliveira, com a qual são coroados os atletas vitoriosos nos jogos olímpicos. 

Os ramos verdes que enfeitam o círculo costumam ser de cipreste. É um símbolo nórdico, pois estes não perdem as folhas no inverno. É, pois, sinal de persistência, de esperança, de imortalidade, de vitória sobre a morte.

Fonte:
http://www.salvemaliturgia.com/2010/12/coroa-do-advento.html