Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Com o Santo Anjo somos livres da cadeia

O Anjo da libertação
"Ora, quando Herodes estava para o apresentar, naquela mesma noite dormia Pedro entre dois soldados, ligado com duas cadeias. Os guardas, à porta, vigiavam o cárcere.
7.
De repente, apresentou-se um anjo do Senhor, e uma luz brilhou no recinto. Tocando no lado de Pedro, o anjo despertou-o: Levanta-te depressa, disse ele. Caíram-lhe as cadeias das mãos.
8.
O anjo ordenou: Cinge-te e calça as tuas sandálias. Ele assim o fez. O anjo acrescentou: Cobre-te com a tua capa e segue-me.
9.
Pedro saiu e seguiu-o, sem saber se era real o que se fazia por meio do anjo. Julgava estar sonhando.
10.
Passaram o primeiro e o segundo postos da guarda. Chegaram ao portão de ferro, que dá para a cidade, o qual se lhes abriu por si mesmo. Saíram e tomaram juntos uma rua. Em seguida, de súbito, o anjo desapareceu.
11.
Então Pedro tornou a si e disse: Agora vejo que o Senhor mandou verdadeiramente o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que esperava o povo dos judeus.
12.
Refletiu um momento e dirigiu-se para a casa de Maria, mãe de João, que tem por sobrenome Marcos, onde muitos se tinham reunido e faziam oração.
13.
Quando bateu à porta de entrada, uma criada, chamada Rode, adiantou-se para escutar.
14.
Mal reconheceu a voz de Pedro, de tanta alegria não abriu a porta, mas, correndo para dentro, foi anunciar que era Pedro que estava à porta.
15.
Disseram-lhe: Estás louca! Mas ela persistia em afirmar que era verdade. Diziam eles: Então é o seu anjo.
16.
Pedro continuava a bater. Afinal abriram a porta, viram-no e ficaram atônitos.
17.
Ele, acenando-lhes com a mão que se calassem, contou como o Senhor o havia livrado da prisão, e disse: Comunicai-o a Tiago e aos irmãos. Em seguida, saiu dali e retirou-se para outro lugar.
Logo que amanheceu, houve um sobressalto pouco comum entre os soldados sobre o que acontecera a Pedro".                                                                                                                             Atos dos Apóstolos,12.

Só em Deus poderemos conseguir a luz e a força, para alcançarmos o procedimento ideal que nos conduzirá à verdadeira liberdade e à plena felicidade.

A ajuda dos Anjos não se limita somente a uma proteção física, mas querem livrar também da prisão do pecado. O mundo nos aflige dia a dia com as noticias de sofrimentos por guerras, manifestações, assaltos, explosões, assassinatos, enfermidades e desnutrições. Hoje em dia há muitas cadeias de opressões, fome, pobreza, privação e morte, mas também soberba, egoísmo, ódio, inveja, vingança, etc. São cadeias piores que as que atam pés e mãos com elos de ferro, porque, é acima de tudo o pecado e a miséria espiritual que nos mantém encarcerados.
Com a sua presença, o Anjo pode iluminar espiritualmente os lugares escuros dos corações, dos sentimentos de opressão e violência. Então, que os santos Anjos do céu protejam estas pessoas e lhes deem força, perseverança e medicina para aliviar os sofrimentos.

Um missionário da China contava o seguinte caso, que foi publicado na Revista L'ange Gardien de Lyon, França:

"Um jovem de 21 anos, a quem Deus concedeu o milagre de São Pedro, tirando-o do cárcere por seu bom Anjo. Este excelente jovem decidiu fazer-se cristão secretamente e se desfez de seus ídolos, que jogou ao fogo. Mas o seu irmão mais velho, ao se dar conta do que ele havia feito, encolerizou-se e golpeou-o com crueldade e o prendeu num lugar com cadeias nas mãos, nos pés e no pescoço. Assim, passou dois dias e duas noites sem comer, decidido a morrer antes de renunciar a sua nova fé. Na segunda noite, enquanto dormia, foi despertado por um desconhecido, que lhe mostrando uma abertura na padeira, disse-lhe: "levanta-te e sai daqui". Imediatamente, lhe caíram as cadeias e saiu sem pensar duas vezes. Logo que tinha saído à rua, não viu mais a abertura da parede nem o seu libertador. Sem duvidar, foi ver os cristãos da vizinhança e, depois, foi contar a seu irmão o que tinha acontecido. Foi batizado, e logo depois foi batizado também o seu irmão, que por este milagre se converteu".

Santo Anjo de DEUS, que abriste as portas aos apóstolos no cárceres, abre-as também 
a tantos que estão cativos.
Amém.