Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 22 de junho de 2014

O ANJO DA GUARDA NA VIDA DO BOM LADRÃO



Por Santa Teresinha do Menino JESUS

Vivendo no Carmelo, Santa Teresinha escreveu uma peça teatral intitulada, “A fuga para o Egito”, onde ela trata aspectos muito importantes sobre a missão do Anjo da Guarda. Em fuga, a Sagrada Família encontra abrigo numa caverna onde morava Susana, uma mulher piedosa, esposa de um bandido e mãe do pequeno Dimas que sofria de lepra.

Ao ver o sofrimento de Suzana, por causa da doença do filho, e da preocupação de que o menino seguisse os maus passos do pai, diz-lhe a SS Virgem: "Desde seu nascimento, Dimas é acompanhado sempre por um mensageiro celeste que nunca o abandona. Assim como ele, vós também tendes um Anjo encarregado de vos guardar, dia e noite; ele é quem vos inspira bons pensamentos e as ações virtuosas".

Susana responde: "Ninguém, além de vós, inspirou-me bons pensamentos e ainda não vi o mensageiro do qual me falais". Maria assegura-lhe: "Bem sei que nunca o viste, porque o Anjo ao teu lado é invisível, todavia, ele está aí e é tão real como eu mesma. É graças às suas inspirações celestes que sentistes o desejo de conhecer a Deus e de vê-l'O aproximar-Se de vós. Todo o tempo do vosso exílio na terra, essas coisas serão mistério para vós, mas quando o tempo acabar, vereis o Filho de Deus na Sua majestade, vindo sobre as nuvens do Céu acompanhado de todas as Suas legiões de Anjos" (2o Ato, Cena 6).

Ao fim, Teresinha nos dá a entender que, durante a sua "carreira" de bandido, o Anjo da Guarda de Dimas guardou-lhe fidelidade e ajudou-lhe a reconhecer finalmente a Divindade de Cristo na Cruz e a ter ânsia de ir para Deus, de maneira que, no último momento, com a ajuda do Santo Anjo ele conquistou o Céu e se tornou o Bom Ladrão.

Fonte: Opus Angelorum