Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

domingo, 8 de junho de 2014

São Cirilo e o Dom de Inteligência

São Cirilo nasceu no ano de 315, e foi muito bem formado em Jerusalém. Ordenado sacerdote, poucos anos depois, em 348, já era bispo. Faleceu em 386. Empenhou-se nas catequeses para bem formar o povo de Deus, na verdade e no amor, formando-os também com sua vida. Muitos cristãos cediam às heresias, e Cirilo pagou o preço. Por três vezes foi desterrado sendo que, na última vez, teve que ficar 11 anos fora do seu pastoreio, percorrendo cidades na Ásia, como um peregrino, tendo uma vida cenobítica até que em 362 pôde retornar. São Cirilo ajudou os corações dos fiéis a mergulharem no mistério pascal, que é o coração da fé católica: o Crucificado que ressuscitou. Deixou muito presente para os cristãos do século IV a verdade da Eucaristia. Ele ensinava que era preciso fazer com as mãos, um trono – mão esquerda apoiada sobre a direita, para receber o Corpo do Senhor. E de estarmos atentos aos fragmentos, onde também há a presença real de Jesus.
São Cirilo de Jerusalém é considerado o "protótipo dos catequistas", depois de ser ordenado sacerdote recebeu a tarefa de preparar os catecúmenos para o batismo, tarefa de catequizar os adultos pagãos que desejavam entrar na Igreja Católica. Ele não se interessou pelas grandes especulações teológicas, esforçou-se para explicar a fé em uma linguagem simples.

Com certeza este santo pode nos ajudar a crescer no dom de inteligência e penetrar no profundo sentido das verdades da fé católica.

São Cirilo de Jerusalém, rogai por nós.

Fonte: Os Dons do Divino Espírito Santo - Pe. Ailbe O'Reilly, ORC