Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Hoje dia de São Domingos

Compaixão de São Domingos Gusmão

Domingos, cuja vida estava plenamente identificada com a de Cristo, “se comovia até a alma e chorava” pelos pecadores, pelos pobres, pelos doentes…
Em suas orações aos pés do sacrário, torrentes de lágrimas banhavam seu rosto, e seus irmãos podiam ouvir os gemidos de sua alma, aflita pelos sofrimentos da humanidade. (p.52)
Suplicava entre soluços: “Senhor, que será dos meus irmãos pecadores?” Este era o gemido freqüente de sua alma… (p.114)
Facilmente concede dispensa a seus irmãos, porém não se dispensa a si mesmo jamais. Tanto saudável quanto doente, observava todos os jejuns prescritos pela Regra. (p.173)
“O Prior tenha no seu convento a faculdade de dispensar os irmãos, quando achar conveniente, principalmente aquele que impede o estudo, a pregação, e a salvação das almas; portanto, nosso empenho deve dirigir-se, em primeiro lugar e com plena dedicação, que possamos ser úteis as almas do próximo”. (p.177)
Domingos não só pregava ao povo e aos hereges “quase que diariamente”, mas também aos irmãos. Queria que sua pregação fosse uma contínua conversão de todos. (p.179)

"A palavra é a roupagem externa da ideia.
 Os tolos falam muito e não dizem nada.
 O sábio fala pouco e diz muito". 
São Domingos recebeu auxílio dos Santos Anjos, vejam:

Os Santos Anjos Servem a São Domingos e a seus frades à mesa

Outro dia vieram advertir São Domingos que não havia mais nada para comer. Ele, no entanto, fez soar o sino da refeição, os religiosos se reuniram no refeitório, e quando todos estavam sentados diante de suas mesas, dois Anjos apareceram. Cada um deles trazia um tecido branco preso às costas e na frente, e dele tiravam um pão que colocavam diante de cada religioso. Então pediu São Domingos aos frades encarregados de servir a mesa que servissem o vinho. Eles responderam: "Mas, Pai santo, não há mais!" Então, o bem-aventurado Domingos, cheios do Espirito de Profecia, disse-lhe: "Vão até o barril e sirvam aos Irmãos o vinho que o Senhor lhes mandou". Eles foram, e realmente encontraram o barril cheio de excelente vinho, que se apressaram a servir. E Domingos disse:"Bebam,meus irmãos, o vinho que o Senhor nos enviou".

Fonte: Os Anjos na vida dos Santos - Ed. Wordpress.