Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Santo Agostinho, A Cidade de Deus

A CRIAÇÃO DOS ANJOS

“Com efeito, se no que DEUS disse: Faça-se a luz e a luz foi feita, é razoável entender- se por essa luz a criação dos Anjos, foram, sem dúvida, feitos partícipes da luz eterna, que é a própria Sabedoria imutável de DEUS, conhecida pelo nome de Unigênito de DEUS (CRISTO) e pela qual foram feitas todas as coisas. Desse modo, iluminados pela luz que os criou, se tornaram luz e se chamaram dia pela participação dessa luz e desse dia incomutável que é o Verbo de DEUS, pelo qual todos os seres foram feitos.” 

(Santo Agostinho, A Cidade de Deus II – Contra os pagãos, Livro XI, capítulo IX)

Opus Sanctorum Angelorum