Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

como vivem os anjos



Apesar de cada Anjo esgotar a sua própria espécie, todavia, estão unidos em coros. Há entre eles, pois, uma hierarquia não segundo espécies, mas segundo o grau de luz que os aproxima de Deus.


A divisão mais tradicional na Igreja, fundamentada na Sagrada Escritura, é aquela de Dionísio (Pseudo, ou Aeropagita), que constata nove coros divididos em três Hierarquias:


1º Hierarquia: Serafins, Querubins e Tronos – a serviço exclusivo da contemplação de DEUS, pelo Amor, pelo Conhecimento e pela Aceitação rendida da Sua Vontade, que transmitem ao resto da criação.

2º Hierarquia: Dominações, Virtudes e Potestades – recebem Luz de Deus através dos Anjos da 1ª Hierarquia. Ocupam-se da criação material na sua ligação com realidades espirituais.

3º Hierarquia: Principados, Arcanjos e Anjos – recebem Luz de Deus através dos Anjos da 2ª Hierarquia. Estão a serviço da humanidade.


Quantos Anjos existem

A sagrada Escritura nos fala de milhões de milhões, e milhares de milhares (Dn 7,10; Ap 5,11). Ou seja, muitos, todavia finitos. Santo Tomás de Aquino diz que quanto maior a perfeição de uma criatura, mais Pródigo é Deus em criá-las. Atualmente dizem que somos 7 bilhões de seres humanos na terra. Quantos anos a terra tem? Quantos bilhões, trilhões de pessoas já passaram para o outro mundo? Podes imaginar? E se seguimos o raciocínio de S. Tomás deverá haver mais Anjos do que homens, dos que vivem atualmente neste mundo, dos que já estão na eternidade e dos que ainda virão a existir, pois eles são mais perfeitos do que nós.
E o mais impressionante é que também por serem Puros Espíritos, cada Anjo esgota a sua própria espécie. Já pensou? Há uma diferença muito maior entre um Anjo e outro do que há, por exemplo, entre uma borboleta e um elefante, na ordem das espécies, se é que podemos comparar isso com alguma coisa criada..

Puro Espirito

Puro em linguagem teológica aplicada aos Santos Anjos não é o contrario de impuro, mas:

1. Puro significa que são criaturas simples, ou seja, não têm partes: Logo, não têm tamanho, nem forma. Não têm corpos.


2. E por não terem corpos, também não possuem nenhum tipo de matéria: são imateriais.

3. E por serem imateriais, não estão sujeitos ao tempo, ao espaço, ou a qualquer fenômeno físico, portanto, não se corrompem, são imortais.

É difícil imaginar um Puro Espírito, todavia não são nenhum tipo de fumaça, ou qualquer tipo de “matéria” mais tênue. Nenhum tipo de Energia, pois todo tipo de energia pertence ao nosso universo material. Nem são vento, nem brisa, nem voz, nem perfume.
Para nós basta sabermos que eles são, como ensina o Catecismo, Pessoas dotadas de inteligência e vontade. Portanto, podem se relacionar conosco (comunhão dos Santos).

Quando na Sagrada Escritura se fala dos Anjos como homens (Os Anjos que apareceram a Abraão, Rafael, etc) eles realmente apareceram com corpos, mas não verdadeiros corpos humanos, pois como eles têm poder sobre a criação material, podem formar um corpo dos elementos naturais, e dele se “revestirem”, mas não viver por meio dele, como um homem (como relata S. Rafael a Tobias - cf. Tb 12,19).

Obra dos Santos Anjos.