Em união com todos os Santos Anjos

"Sanctus, Sanctus, Sanctus. Dóminus, Deus Sábaoth Pleni sunt caeli et terra Glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus, qui venit In nómine Dómini, Hosánna in excélsis.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Padre Pio e o Santo Anjo da Guarda



Pe. Pio vivia numa profunda intimidade com Jesus, Nossa Senhora e seu Anjo da Guarda.

Falava com Eles como quem fala com amigos íntimos.
Tinha em seu Santo Anjo um companheiro que sorria com ele, sofria com ele e sabia animá-lo nos momentos mais difíceis.

Desde sua infância teve o privilegio de conviver intimamente com ele. Escreve Pe. Eusébio (confrade de Pe. Pio):
“Ele (o Anjo da Guarda) iniciou o seu trabalho cedo, quando Pe. Pio ainda era menino. Ele tomou o semblante de outra criança e se fez visível para ele. Pe. Pio começou a chamar o seu Anjo da Guarda de ‘o Companheiro de minha infância’... Pe Pio brincava com ele...” E o considerava “um amigo do Céu que fez feliz sua infância e o aproximou da Eternidade”

Opus Sanctorum Angelorum